Política

Comandante do Exército revela que militares trabalharam entre 16 e 18 horas durante crise na segurança

Por Redação VitóriaNews
Foto: Leonardo Duarte/Secom-ES
Foto: Leonardo Duarte/Secom-ES

Na manhã deste sábado (18), durante solenidade para agradecimento aos militares do 38º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro (38º BI Batalhão Tibúrcio) que atuaram no episódio desafiador vivenciado recentemente pelos capixabas na segurança pública, o comandante do 38º BI, o tenente-coronel Carlos Alexandre de Oliveira Costa, revelou que nos primeiros dias a tropa capixaba atuou por mais de 16 horas realizando policiamento ostensivo em vias da Grande Vitória. O governador Paulo Hartung participou da homenagem, promovida por um grupo de motociclista. O evento foi realizado na sede do 38º BI, na Prainha, em Vila Velha.

"Sabíamos da necessidade de estabelecer a ordem. Nos primeiros dias, nosso bravos e preparados militares chegaram a ficar entre 16 e 18 horas realizando rondas em diferentes pontos da Grande Vitória buscando estabelecer a normalidade, a liberdade individual e garantir o que tem de mais valioso na vida do cidadão, que é o direito de ir e vir. Agradeço o reconhecimento e a oportunidade de civismo. O reconhecimento da população capixaba é o nosso dever de manutenção da ordem pública, e assim o fizemos", destacou o comandante.

Já o governador Paulo Hartung ressaltou, mais uma vez, a gratidão dos capixabas com as instituições militares que atuaram no Estado e destacou que a homenagem do grupo de motociclistas é um gesto voluntário que simboliza o sentimento da população. Hartung aproveitou a oportunidade para lamentar os resultados preliminares de investigação conduzida pela Polícia Federal (PF), que identificaram a existência de políticos, do cenário nacional e local, na fomentação e icentivo da greve, além de distribuição de conteúdos com cenas de violência através de redes sociais e aplicativos de comunicação.

"Essa é uma cena que vai marcar a história da instituição. Estive aqui há poucos dias, em um momento para representar todos os capixabas, em um gesto de agradecimento às forças militares. Esse movimento no dia de hoje tem um sentido muito bonito. É um seguimento da sociedade capixaba demonstrando gratidão. O que enfrentamos no Espírito Santo não era um desafio dos capixabas, mas do povo brasileiro. O Estado parou, mas o Brasil também parou para nos observar e ver como agiríamos diante da situação complexa que vivenciamos", disse.

"Trouxemos de volta a tranquilidade para as terras capixabas e, mais do que isto, conseguimos servir de exemplo para que não ocorresse em outros estados o que aconteceu aqui. Esse episódio não tinha apenas como endereço o Espírito Santo, tinha endereço para o país. Lamentavelmente envolveu ação de mediocridade de uma parte expressiva dos políticos capixabas, mas também envolveu políticos do nosso país interessados em fazer deste episódio trampolim político para as eleições de 2018. Apostaram e perderam. O Espírito Santo, que vinha brilhando no cenário nacional com diversos exemplo, até o nosso Sistema Prisional, ganhou ainda muito mais conceito junto às lideranças de nosso país. Essa foi uma obra coletiva que realizamos", completou.

O governador ressaltou ainda que os homicídios ocorridos durante o episódio que paralisou a atuação da Polícia Militar (PM) em todo Estado estão sendo investigados pelas polícias Civil e Federal. "Carrego comigo a tristeza do Estado ter vivido um conjunto de homicídios graves, que estão sendo investigados", finalizou.

38º Batalhão de Infantaria

O 38º Batalhão de Infantaria (38º BI) é uma unidade do Exército, localizado no município de Vila Velha. Dentro das divisões militares, o Batalhão é subordinado diretamente a 1ª Divisão de Exército (1ª DE), também conhecida como Divisão Mascarenhas de Moraes, com sede no Rio de Janeiro. No 38º BI é ministrado o curso de formação de oficiais (Npor), que tem duração de um ano (três meses em regime de internato).

História

Confira aqui detalhes históricos do 38º Batalhão de Infantaria (38º B I), Batalhão Tibúrcio. 

Notícias Relacionadas