Barcelona, Real e Juventus criticam pressão de Uefa e Fifa contra Super Liga - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Esportes
Barcelona, Real e Juventus criticam pressão de Uefa e Fifa contra Super Liga
Publicado por Estadão Conteúdo

Real Madrid, Barcelona e Juventus, os únicos clubes que mantêm a ideia da Super Liga após a Uefa reintegrar outros nove times que desistiram da empreitada, reafirmaram em comunicado conjunto, neste sábado, que vão lutar pelo torneio independente. Nesse sentido, o trio europeu criticou a Uefa e a Fifa por "pressões, ameaças e ofensas inaceitáveis" para abandonar a Super Liga e lamentou que os outros nove clubes fundadores da competição tenham se desviado do propósito que os levou a criar o projeto.

"Os clubes fundadores sofreram e continuam a sofrer pressões, ameaças e ofensas inaceitáveis de terceiros para abandonar o projeto e, portanto, desistem de seu direito e dever de fornecer soluções para o ecossistema do futebol por meio de propostas concretas e diálogo construtivo", disseram em comunicado conjunto Real Madrid, Barcelona e Juventus.

Os clubes remanescentes da Super Liga, em duras palavras, também direcionaram seus questionamentos aos ex-times parceiros, que, nesta sexta-feira, anunciaram sua saída definitiva da criação do torneio independente em um novo acordo com a Uefa.

"Lamentamos ver que os nossos amigos e parceiros fundadores do projeto da Super Liga se encontram agora numa posição tão inconsistente e contraditória quando assinaram ontem uma série de compromissos com a UEFA", afirmaram na nota.

Por fim, ainda de acordo com o comunicado, Real Madrid, Barcelona e Juventus reiteraram que pretendem discutir com as autoridades do futebol mundial uma forma de viabilizar o torneio, que fica cada vez mais distante de ter sucesso e, de fato, ser realizado em algum momento.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.