Governo de SP: Bolsonaro delira e quer desviar foco de acusações contra governo - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Política
Governo de SP: Bolsonaro delira e quer desviar foco de acusações contra governo
Publicado por Estadão Conteúdo

O governo de São Paulo afirmou, em nota, que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), sem provas, faz falsas acusações contra o Instituto Butantan sobre o preço da vacina Coronavac. A gestão estadual rebateu declarações de que o Instituto Butantan teria inflado o preço para fornecer a Coronavac ao Ministério da Saúde e disse que Bolsonaro delirou sobre as declarações dadas.

Em entrevista à rádio Banda B, Bolsonaro disse que encaminhou denúncia à Controladoria-Geral da União (CGU), ao Tribunal de Justiça e ao Tribunal de Contas da União (TCU) para que se investigue um suposto contrato da matriz da Coronavac, que estaria oferecendo vacinas pela metade do preço cobrado pelo Instituto Butantan. Segundo Bolsonaro, a farmacêutica Sinovac ofereceu doses da vacina ao governo brasileiro por US$ 5.

Em resposta, o governo estadual afirmou que o Butantan é o único representante da Sinovac no Brasil e na América Latina para a comercialização da Coronavac. "Portanto, trata-se de uma falácia de quem já declarou que não compraria a Coronavac, mas adquiriu 100 milhões de doses, das quais mais de 57 milhões já foram entregues pelo Butantan." "O Presidente Jair Bolsonaro demonstra, mais uma vez, incoerência na sua fala e nos seus atos para tentar camuflar negociações escusas para aquisição de vacinas com preço três vezes acima do praticado no mercado", completa o texto.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.